Fisioterapia para idosos

Dra. Viviane - Fisioterapeuta - Crefito3:80.389

 - HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO -

Segundas às sextas das 8:00 às 18:00

Sábados 9:00 ao 12:00

OSTEOPOROSE

O QUE É OSTEOPOROSE?

A osteoporose pode ocorrer em todas as fases da vida, na infância, na juventude e na terceira idade.

Como aqui o site é destinado aos idosos, vou falar apenas da osteoporose senil.

A osteoporose é a perda de massa óssea do corpo, levando a diminuição da densidade do osso (diminuição do conteúdo de cálcio) e ocorre devido a vários fatores, levando à fraqueza dos ossos e ao aumento do risco de fraturas.

Tipo 2 ou osteoporose senil: seu desenvolvimento é facilitado pelo envelhecimento e falta de cálcio. Causa a perda proporcional de ossos cortical (parte dura e compacta) e trabecular.

CAUSAS

Quais são os fatores de risco?

  • Histórico familiar de osteoporose

  • Fumo

  • Sexo feminino

  • Baixo peso e baixa estatura durante a maior parte da vida

  • Sedentarismo

  • Idade Avançada

  • Uso contínuo e prolongado de corticóides 

  • Etnia branca ou asiática

  • Menopausa 

  • Falta de exposição ao sol

  • Carência de cálcio e vitamina D

  • Obesidade

SINTOMAS

Muitas vezes a osteoporose é assintomática, a pessoa não sente nada. Porém algumas pessoas podem apresentar dor, deformidade, fraturas espontâneas, quedas e redução da estatura.

TRATAMENTO MÉDICO

  • O diagnóstico é feito pelo médico e o melhor exame é o de densitometria óssea

  • Dieta adequada

  • Exposição solar

  • Atividade física 

  • Prevenção de quedas

  • Medicações como terapia de reposição hormonal, alendronatos e calcitoniana.

FISIOTERAPIA

Dependendo do tipo de exercício, de como é feito e por que é orientado, pode levar a fratura.

O cuidador de idoso não é um profissional apto para realizar exercícios físicos em idosos com osteoporose.

TODO CUIDADO É POUCO quando se trata de idoso e osteoporose.

Alguns estudos evidenciam que exercícios em cadeia cinética aberta, caminhadas e exercícios de equilíbrio, apresentaram benefícios múltiplos, como a diminuição da perda óssea, fortalecimento muscular, além da melhoria do equilíbrio, prevenindo assim futuras complicações causadas por quedas.