• Facebook
  • Instagram

 LOCALIZAÇÃO

Rua: Voluntários da Pátria  Nº4.370 

Sala: 126 - Santana -  

CEP: 02402-600  

São paulo / SP

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

segundas às sextas

das 8:00 às 18:00

Sábados das 9:00 ao 12:00

CONTATOS

Telefone: (11) 2972-3927 

Celular: (11) 9 7128-8811

Email: fisioparaidosos@gmail.com

2.020 - Responsável -  Dra. Viviane - Fisioterapeuta Crefito 3: 80.389

www.fisioterapiaparaidosos.com.br

PARKINSON

O QUE É MAL DE PARKINSON?

A Doença de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva.

É causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina.

A Dopamina é um neurotransmissor (é uma substância química que ajuda na transmissão das mensagens entre as células nervosas), ajuda na realização dos movimentos voluntários do corpo de forma automática, ou seja, não precisa pensar para realizar os movimentos.

Na falta da Dopamina, principalmente na região encefálica chamada substância negra, o controle motor do idoso é perdido, causando assim os tremores e a lentificação dos movimentos.

CAUSAS

No próprio processo de envelhecimento, ocorre a morte dessas células nervosas que produzem dopamina. Porém, em alguns idosos, a perda dessas células é maior, mais acelerada e exagerada, manifestando assim  os sintomas da Doença de Parkinson.

* Não se sabe exatamente quais os motivos que levam a essa perda progressiva e exagerada de células nervosas (degeneração), muito embora o empenho de estudiosos deste assunto seja muito grande.*

 

SINTOMAS 

São 4 os principais sintomas:

  • Tremores

  • Acinesia ou bradicinesia (lentidão e diminuição dos movimentos voluntários) 

  • Rigidez (enrijecimento dos músculos, principalmente no nível das articulações)

  • Instabilidade postural (dificuldades relacionadas ao equilíbrio, com quedas freqüentes) 

TRATAMENTO MÉDICO

Os sintomas respondem de forma satisfatória às medicações.

Os medicamentos são sintomáticos, ou seja, eles repõem parcialmente a dopamina que está faltando e, desse modo, melhoram os sintomas da doença. Ainda não existem drogas disponíveis comercialmente que possam curar ou evitar de forma efetiva a progressão da degeneração de células nervosas que causam a doença.

FISIOTERAPIA

A fisioterapia tem um papel fundamental em todas as etapas do Parkinson. Associar os exercícios de fisioterapia com as medicações, geram resultados incríveis na melhora da qualidade de vida do paciente portador de parkinson.

LINK'S RECOMENDADOS